18.9.17

Momentos de inconsciência

Qualquer história de amor, ainda que piegas, ridícula ou ordinária, pode atraiçoar a firmeza dos mais sóbrios espíritos. É um efeito semelhante ao da música. Naturalmente que dizemos preferir a superior, a erudita ou a alternativa, a que seja obra de um talento visionário e de divina mestria. Mas a verdade é que qualquer uma, mesmo a de arranjo pobre, a que se repete, a mal acabada, nos põe trautear e a bater o pezinho. E em momentos de inconsciência, é o refrão apoteótico e de rima fácil que vem à cabeça.